Policiais civis de Pernambuco e auditores da Secretaria da Fazenda realizam na manhã desta quarta-feira (17), a Operação Pedra Branca, que visa coibir crimes de sonegação fiscal, falsidade ideológica e documental, corrupção de menores e formação de quadrilha no Sertão do Estado.

Serão cumpridos 10 mandados de prisão e 16 de busca e apreensão. A ação acontece nas cidades de Araripina, Ipubi e Trindade. A polícia ainda irá divulgar novas informações sobre a operação.

 

 / Foto: Rodrigo Carvalho/JC Imagem

Na primeira entrevista que concedeu desde que se entregou à Polícia Federal (PF), no dia 28 de outubro passado, o fazendeiro José Maria Pedro Rosendo Barbosa, acusado de ser o mandante da morte do promotor Thiago Faria Barbosa, em outubro de 2013, afirmou que é inocente. Em sua fala mais contundente, José Maria sugeriu que a então noiva do promotor, Mysheva Martins, estaria sendo “blindada por gente muito forte” da região de Águas Belas e Itaíba, no Agreste do Estado, e que achava estranho o fato de a investigação não ter chegado a ela.
 
José Maria e outros dois acusados de participação no assassinato de Thiago Faria prestaram depoimento durante todo o dia de hoje, na sede da PF, no Cais do Apolo, área central do Recife. José Marisvaldo Vitor da Silva, preso no dia 29 de outubro, na Bahia, e José Maria Cavalcanti Domingos, detido no início do mês, em Buíque, no Agreste do Estado, não falaram com a imprensa.
 
José Maria Rosendo alegou que toda a região de Itaíba, Águas Belas e Buíque sabem de sua inocência, bem como quem são os culpados pela execução do promotor. “Não posso dar nomes, a investigação é que tem que dizer”, esquivou-se. O fazendeiro também afirmou que não existem contradições em seu depoimento. “Perguntei ao delegado se havia alguma mentira em meus depoimentos desde que me entreguei, e ele ficou calado”.

O advogado de Mysheva Martins, José Augusto Branco, afirma que ela não tem que se defender de nada. “Mysheva é tão vítima quanto Thiago, e quem diz isso é a investigação. Que pessoas seriam essas que conseguiriam blindá-la, inclusive da Polícia Federal?”, questiona. Para Branco, José Maria Rosendo quer confundir a opinião pública, na tentativa de influenciar o futuro júri do julgamento do caso. “É a tática da mentira repetida mil vezes, até que se torne uma verdade. Mas, nesse caso, não vai”, completa.

Segundo o superintendente da Polícia Federal em Pernambuco, Marcello Diniz, as investigações devem ser concluídas até o final do ano, e há novos elementos que depõem contra os acusados. “Descobrimos provas que não constavam na investigação da Polícia Civil. Nosso trabalho está se afunilando”, afirma.

A reconstituição tridimensional do assassinato de Thiago Faria, morto a tiros na PE-300, continua sendo feita por peritos do Instituto Nacional de Criminalística (INC), órgão da PF sediado em Brasília. Os peritos estão em Pernambuco trabalhando na montagem do gráfico, que deverá ficar pronto em três meses. A reconstituição em 3D deverá ser usada no julgamento, uma vez que ficará pronta após o final das investigações.

Ainda segundo o superintendente, a Polícia Federal está procedendo outra perícia – sigilosa – que deve ser de grande valor na elucidação do crime. A prisão do quarto suspeito de participação, José Ivanílson, no último dia 6, na cidade de Parnamirim (RN), ajudou indiretamente nas investigações.

Ivanílson usava uma identidade falsa com o nome de Thiago Faria. “Não podemos divulgar de que forma, mas adianto que essa prisão foi valiosa para o desfecho do caso”, acrescenta Diniz.
(JC)

 
http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/7/79/Polcivpernambuco.pngA Polícia Civil de Pernambuco confirma a prisão do delegado Marciano Bezerra de Souza, 53 anos, em cumprimento a mandado de prisão expedido pela Comarca de São José da Coroa Grande pelo crime de estupro. O mandado de prisão para cumprimento, foi entregue ao chefe da Polícia Civil em reunião realizada na última sexta-feira (12), entre a Secretara de Defesa Social, Polícia Civil e o Ministério Público.
 

abuso criança afogados

Blog de Itamar

O caso foi comunicado a polícia Militar, que uma criança de 04 anos, teria sido vítima de abuso sexual, na noite deste sábado (13), na Quadra C, nº 67, Conjunto Residencial Laura Ramos. De imediato o policiamento se deslocou ao local e em contato com Maria Fernandez da Silva, 25 anos, a mesma passou a declarar, que ao tentar entrar em sua residência, as portas estando fechadas, decidiu arrombar a porta da cozinha e ao conseguir o feito, presenciou quando o imputado estava ainda em cima da criança, tendo de pronto solicitado que ele saísse de cima, desferindo contra ele chutes e sucos no intuito de libertá-la.
 
O imputado identificado por José Cláudio dos Santos Ramos, 23 anos, morador do Sítio Pacus, município de Afogados da Ingazeira empreendeu fuga, sendo perseguido por populares. Diante das circunstâncias, foi recolhida um calcinha  da vítima com mancha de sangue e que segundo a sua irmã, estava vestida na criança. O policiamento realizou diligências e localizou o imputado na casa de seus genitores. Ao ser indagado do fato, o mesmo declarou espontaneamente que teria abusado sexualmente da vítima.  Diante dos fatos todas as partes envolvidas foram conduzidas a Delegacia de Polícia local para adoção das medidas cabíveis.

 

alt

O deputado federal Beto Albuquerque (PSB-RS), ex-candidato a vice-presidente na chapa derrotada de Marina Silva, sofreu uma tentativa de assalto neste sábado (13). Três assaltantes tentaram abordá-lo quando dirigia seu automóvel numa avenida da zona Sul de Porto Alegre.
 
Ao perceber o que estava acontecendo, Albuquerque pisou no acelerador e os bandidos atiraram várias vezes atingindo o carro do deputado, que não foi ferido. O mesmo trio de assaltantes tentou roubar uma farmácia. Nessa ação, os bandidos balearam um segurança da farmácia e terminaram presos após as investidas.

 

http://darciorabelo.com.br/wp-content/uploads/2014/12/Princ%C3%ADpio-de-rebeli%C3%A3o-em-salgueiro-620x330.jpg
                                                                                                                                                                                                         Imagem Ilustrativa

Detentos do Presídio de Salgueiro, no Sertão de Pernambuco, tentaram iniciar uma rebelião no início da tarde desta quinta-feira (11).  De acordo com informações da Polícia Militar (PM), os presos efetuaram alguns disparos contra agentes penitenciários e atearam fogo em colchões no pavilhão da penitenciária para dificultar a entrada da polícia.
 
Os agentes contiveram os presos dentro do presídio e chamaram a PM, ninguém se feriu e não houve fuga. A polícia está fazendo a revista nas celas dos presos.
 
Segundo o diretor da penitenciária, Carlos Acácio, a manifestação já foi controlada. Os presos disseram que a manifestação foi uma forma de chamar atenção do judiciário, mas ele acredita que o objetivo tenha sido uma tentativa de fuga. O presídio de Salgueiro tem quase 700 detentos e possui uma capacidade para cerca de  176 presidiários.

 

suspeito da morte do promotor de águas belas (2)

Mais um suspeito pela participação na morte do promotor de Justiça Thiago Faria Soares, assassinado durante uma emboscada em outubro de 2013 na cidade de Itaíba, no Sertão pernambucano, foi preso e levado à sede da Polícia Federal, no Recife. De acordo com as primeiras informações, o homem estaria usando documentos falsificados em nome do promotor. É a quarta prisão relacionada ao caso desde o início das investigações da PF.

José Ivanilson Dias (Foto acima), de 29 anos, foi preso na tarde do último sábado (06). Ele já era investigado por suspeita de assalto a uma agência dos Correios no Rio Grande do Norte."Em maio, ele foi chamado para prestar esclarecimentos na sede da PF no Rio Grande do Norte. Ele apresentou documento no qual constava o nome do promotor, da mãe dele e a data de nascimento falsas. Só depois, isso foi verificado", explicou o superintendente da PF em Pernambuco, Marcello Diniz. Por conta da possível ligação dele com o assassinato do promotor, o suspeito também teve o mandado de prisão expedido. No domingo, o rapaz foi transferido para o Centro de Triagem de Abreu e Lima (Cotel), em Abreu e Lima.

No dia 3 de dezembro, a PF havia anunciado a terceira prisão relacionada à morte do promotor. O agricultor José Maria Domingos Cavalcanti foi preso em casa, onde mantinha uma coleção de recortes de jornais com matérias sobre o crime. Além disso, ele abrigou o fazendeiro José Maria Pedro Rosendo Barbosa, suspeito de ser mandante do assassinato. José Maria se apresentou voluntariamente à Polícia Federal no dia 28 de outubro, depois de fugir e ser procurado por mais de um ano. Ele nega ter participado da morte de Thiago e afirmou ter se apresentando para contribuir com as investigações. “Só me apresentei agora porque nunca fui intimado”, disse. Ele ainda revelou onde se escondeu no último ano. “Dormi em cemitérios e no meio do mato”, contou.

Após José Maria ter se apresentado, a PF prendeu José Marisvaldo Vitor da Silva, conhecido por “Passarinho”. Ele foi detido na cidade de Senhor do Bonfim, na Bahia, por policiais federais com apoio da Polícia Civil daquele estado, em cumprimento a um mandado de prisão temporária expedido pela Juíza de Direito da 2ª Vara Criminal de Garanhuns, Agreste de Pernambuco.

De acordo com a PF, ele teria participado do homicídio e teria fortes vínculos com o fazendeiro José Maria Pedro Rosendo Barbosa. Ainda segundo a Polícia Federal, José Marisvaldo teria fugido do município de Águas Belas no dia do crime e, desde então, não teria mais sido visto na cidade. Além deles, também foi preso umcunhado de José Maria, Edmacy Cruz Ubirajara, suspeito pela execução do crime. Edmacy foi solto no dia 18 de dezembro de 2013.
 

Durante ronda, a Guarnição Tática ordinária e a equipe da ROCAM foram informadas que havia um ponto de drogas na Rua Martins Lopes da Silva, bairro de Fátima I, na cidade de Tabira, Sertão do Pajeú. O policiamento fez deslocamento até o local e localizaram os imputados Alan da Silva Soares, 19 anos; Jackson Douglas de Souza Carneiro, 19 anos e o menor A. da S. S. com 17 anos, todos desocupados, que ao serem indagados, confessaram haver um pé de maconha e uma muda da mesma erva na residência e que pertencia ao menor infrator, sendo o mesmo irmão de Alan Soares.

Ao realizar a busca domiciliar foi constatado a veracidade da informação, foi encontrado também um papelote de maconha prensada, pesando aproximadamente 07 (sete) gramas, um artefato para fumar a droga e um canivete de 04 polegadas. Os imputados foram detidos e conduzidos, juntamente com o material apreendido, a Delegacia de Polícia local para serem autuados em flagrante delito, o menor infrator, não se sabe se para livrar os maiores da pena, apresentou-se na referida delegacia policial, afirmando ser o proprietário da droga.
 

Carga de cigarros contrabandeados estava em depósito em Abreu e Lima. (Foto: Divulgação / Polícia Federal)
Carga de cigarros contrabandeados estava em depósito em Abreu e Lima

A Polícia Militar apreendeu uma carga de cigarros contrabandeados e prendeu três suspeitos neste sábado (06). A mercadoria estava armazenada em um galpão próximo em Caetés I, bairro de Abreu e Lima, na Região Metropolitana do Recife.

A carga soma 1.200 caixas de cigarros e a polícia chegou até o produto através de uma denúncia. Os suspeitos foram presos em flagrante quando chegavam ao local com parte da carga em um caminhão.

Com os suspeitos foram apreendidos três veículos: um caminhão modelo baú, uma Kombi e uma van, além de R$ 650 em espécie. Os suspeitos foram conduzidos para a Polícia Federal. Após autuação e exame de corpo de delito no Instituto de Medicina Legal, seguem para o Centro de Triagem de Abreu e Lima (Cotel), onde ficarão à disposição da Justiça.

 

Cartões de beneficiários do INSS e do Bolsa Família foram apreendidos em Pesqueira, no Agreste (Foto: Divulgação/ Polícia Civil)
Homem de 50 anos foi preso em flagrante, segundo delegado

Foi deflagrada na manhã desta sexta-feira (05) a Operação Renascença, no município de Pesqueira, Agreste de Pernambuco. De acordo com o delegado José Luzia, foram cumpridos nove mandados de busca e apreensão. A polícia encontrou seis cartuchos calibre 12 intactos, cartões de beneficiários do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e do Programa Bolsa Família.

Um homem de 50 anos foi preso em flagrante por posse ilegal de munição, apropriação indébita e apropriação de documentos. Ele será encaminhado para o Presídio Desembargador Augusto Duque, no município. A companheira dele, de 36 anos, foi autuada por apropriação indébita, pagou fiança no valor de R$ 1 mil e irá responder ao processo em liberdade, também segundo o delegado.

Abordagens

Outras ações policiais foram realizadas nesta manhã. Em uma delas, a polícia apreendeu 150 aves silvestres, entre elas diversos canários. Neste caso, foi lavrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por crime ambiental contra um homem de 25 anos. Em outra abordagem, desta vez na zona rural, foi apreendida uma espingarda e cartuchos calibre 28. O proprietário do material não foi localizado. Participam da ação, que segue até o início desta tarde, 33 policiais civis e 31 militares.

 

http://2.bp.blogspot.com/-lsT0t50Ojyc/UTV42oMpzKI/AAAAAAAAGY8/N6QOPEGBwcY/s400/IMG_0497.JPG
                                                                                                                                                                                                        Imagem Ilustrativa

Oito homens foram presos suspeitos de furtar mais de 60 metros de trilhos da Ferrovia Transnordestina na localidade de Poço Fundo, em Flores, Sertão pernambucano, nesta quinta-feira (04). Os suspeitos têm entre 18 e 45 anos de idade; a maioria é da região e um é de Minas Gerais - o motorista da carreta que transportaria o material, de 45 anos. As informações são do Grupo de Apoio Tátito Itinerante (Gati), que participou da investida junto a policiais do município e de Serra Talhada e Afogado da Ingazeira.
 
Comandados pelo sargento Luciano Soares, os policiais levaram os suspeitos para a Superintendência Regional da Polícia Federal em Salgueiro, na mesma região. "Os homens foram autuados por formação de quadrilha e crime contra a União. Um é reincidente, o de 25 anos, e entre eles tem suspeitos de homicídios. Nós os levaremos para o Presídio de Salgueiro", disse o cabo da Polícia Militar Cícero Valdivino.
 
Ainda não há informações precisas sobre o destino que os trilhos teriam, nem da pessoa que os receberia. O cabo Valdivino complementa que "este crime é comum na região e há uns dias, outro furto do mesmo tipo foi registrado em Serra Talhada". A Polícia Federal registrou o caso e não passou mais detalhes oficiais.
 

Madeira ilegal da Amazônia, pássaros e gaiolas apreendidos em Sertânia

A Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH) divulgou nesta quinta-feira o resultado de uma operação realizada em parceria com a Policia Rodoviária Federal (PRF) no último dia 21, um caminhão carregado de madeira foi apreendido no município de Sertânia, Sertão de Pernambuco.
 
O veículo partiu do estado do Pará com destino ao município de Gravatá, no Agreste, com uma carga excedente de 14 metros cúbicos de madeira do tipo maçaranduba, espécie nativa da floresta amazônica. Após pesagem da PRF, foi constatado que em vez de transportar 23 metros, o caminhão continha 37 metros cúbicos da espécie.
 
A madeira foi encaminhada para Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA) de Arcoverde, que aguarda formalização de doação. O veículo foi apreendido e o dono da serraria que comercializou a madeira foi multado em R$ 11 mil.

Gaiolas

Também no município de Sertânia, a equipe de fiscalização da CPRH autuou uma fábrica de gaiolas e alçapões que funcionava sem licença ambiental. Foram recolhidas quatro gaiolas de campo e 22 alçapões. De acordo com o chefe de fiscalização florestal da CPRH, Thiago costa Lima, a apreensão evitou que muitos animais fossem capturados.
 
No local, ainda foram encontrados 13 pássaros das espécies concriz, azulão, patativa, salta – caminho, caboclinho e papa capim, prontos para comercialização. A fábrica foi embargada, multada em R$ 6.500 e teve os pássaros apreendidos. A operação ainda contou com a apreensão de outros 33 pássaros que foram recolhidos em sítios da zona rural do município. O animais também foram recolhidos pela CPRH.
 

http://2.bp.blogspot.com/-TXn3FN62r0M/VHHgeh3lspI/AAAAAAABnz0/V0uhW9yZZVc/s1600/7c4faa3c2a652fe2dddb7d71440c8d03.jpg

A guarda da cadeia pública de Afogados da Ingazeira, Sertão pernambucano, realizava o recebimento das refeições dos detentos ao meio dia deste sábado (22), momento em que um homem não identificado, entregou uma caixa de margarina e uma sacola de pães, para serem entregues ao detento Klebson José da Silva,  que se encontra recolhido na cela 06 da referida cadeia.
 
Ao fazer a revista de rotina, foi constatado um aparelho celular de marca Nokia sem o chip, dentro da caixa de margarina. Após o fato, todas as guarnições da área foram acionadas com intuito de localizar o entregador, desconhecido por meio de suas características exibidas pela as câmaras de segurança, mas sem êxito.
 
A direção da cadeia pública foi informada do ocorrido onde foram feitos os procedimentos administrativos, encaminhando o fato a Delegacia de Polícia local, para serem tomadas as medidas cabíveis.  

 

PF-PE e SDS realizaram nesta sexta segunda fase da Operação Trevo (Foto: Marina Barbosa / G1)
Rodrigo de Freitas (D), secretário-executivo de Defesa Social, ressaltou cooperação entre SDS e PF

O jogo do bicho foi o alvo da segunda fase da Operação Trevo, que na semana passada desarticulou um esquema de fraudes e lavagem de dinheiro que atuava em 13 estados da federação por meio de jogos do bicho, montagem de máquinas caça-níqueis e comercialização irregular de títulos de capitalização. Na operação desta sexta-feira (21), as investigações se limitam à Região Metropolitana do Recife e envolvem o cumprimento de 43 mandados de busca e apreensão. Até o final da manhã, R$ 335 mil foram apreendidos e uma pessoa foi presa.

"Esta fase pretende colher provas do envolvimento de organizações criminosas no jogo do bicho. Depois disso, esse material será devidamente analisado pelo Poder Judiciário", afirma o superintende regional da Polícia Federal em Pernambuco, Marcello Diniz Cordeiro. Segundo ele, a Justiça Estadual vai determinar se novas prisões serão realizadas através do conteúdo dos documentos apreendidos e dos depoimentos recolhidos durante o dia. Por isso, nenhum mandado de prisão foi expedido nesta etapa das investigações por conta dos crimes fiscais. A única prisão foi motivada pelo porte ilegal de munições. "Hoje, nosso objetivo é obter provas para que os envolvidos possam ser condenados", reforça Cordeiro, lembrando que a Vara de Crimes contra a Ordem Pública passou a competência da operação para a 2ª Vara Criminal de Pernambuco.

O dinheiro encontrado nesta manhã estava nas residências dos representantes de duas bancas que oferecem o jogo do bicho no Recife. Até o momento, foram executados 40 mandados de busca e apreensão e 25 conduções coercitivas -- quando a ordem judicial obriga a pessoa a prestar depoimento. Depois disso, todas essas pessoas serão liberadas. Já o material recolhido será contabilizado na sede da Polícia Federal, no Bairro do Recife, e no Departamento de Repressão aos Crimes Patrimoniais da Polícia Civil (Depatri).

"Os resultados mostram que há um fenômeno criminal complexo, de grande volume financeiro, envolvido com o jogo do bicho", comenta o secretário-executivo de Defesa Social de Pernambuco, Rodrigo Bastos de Freitas, que ressaltou a colaboração entre a SDS, a Polícia Federal e a Polícia Civil no decorrer da operação. No total, 160 policiais estão envolvidos na ação, que está investigando 16 estabelecimentos comercias ligados ao jogo do bicho em 19 localidades do Recife, Olinda e Jaboatão dos Guararapes.

Entenda o caso

Leia mais...

 

Material apreendido na Operação Laços de Sangue (Foto: Divulgação/ Polícia Civil)
Material apreendido na operação foi levado para a delegacia de Serra Talhada

A Polícia Civil prendeu em Serra Talhada, no Sertão de Pernambuco, nesta quinta-feira (13), quatro homens suspeitos de praticar um homicídio. As prisões fizeram parte da Operação Laços de Sangue. De acordo com a polícia, foram apreendidas três armas de fogo, munições, aparelhos celulares e uma caminhonete.

Segundo o delegado Washington Monteiro, o crime investigado aconteceu no dia 23 de agosto deste ano, em Santa Cruz da Baixa Verde, também no Sertão. "Os suspeitos e a vítima são da mesma família. O crime teria sido praticado por vingança", explica. Participaram da operação aproximadamente 60 policiais civis. Os envolvidos foram levados para a Cadeia Pública de Flores, no Sertão. O material apreendido foi encaminhado à Delegacia Regional de Serra Talhada. (G1/Caruaru).

 

1badf7563f82c32684745c0e0b520fd3

A assessoria de comunicação da Polícia Federal em Pernambuco divulgou, na manhã desta quinta-feira (13), um balanço parcial dos números da Operação Trevo,  deflagrada na madrugada de ontem (12) para desbaratar uma quadrilha organizada que agia de forma ilícita na prática de jogo do bicho, exploração de máquinas caça-níqueis e emissão de bilhetes de loterias "disfarçados" de títulos de capitalização, este último na modalidade popular. Segundo a PF, o Grupo da Sorte, que comercializa o Pernambuco dá Sorte, comandava o esquema fraudulento.

Os números divulgados até o momento surpreendem, ainda mais levando em conta que o suposto grupo criminoso agia, conforme a Polícia Federal, utilizando da boa fé das pessoas que sonhavam em serem sorteadas para receberem prêmios financeiros elevados. Somente em dinheiro vivo, em espécie, a Polícia Federal confiscou cerca de R$ 2,5 milhões e US$ 360 mil dólares (cerca de R$ 926 mil na cotação do dólar de hoje). O dinheiro apreendido em cofres de imóveis usados pelo esquema ainda está sendo contado pelos agentes federais que atuaram nas investigações e devem aumentar ao longo do dia.

A Polícia Federal também informou que, até agora, 19 veículos, supostamente adquiridos através da lavagem de dinheiro nos golpes, foram apreendidos durante a Operação Trevo, a maioria carros de luxo com valores que ultrapassam os R$ 100 mil a unidade, dependendo do modelo. Entre os automóveis, há Land Rover, BMW, Mustang GT e Pajero. Os demais são modelos de médio porte. Até agora, não há confirmação de embarcações confiscadas na operação.

Em relação aos mandados de prisão, a assessoria confirmou que já foram cumpridos 19, entre temporários e preventivos, de um total de 24 expedidos pela Justiça Federal somente em Pernambuco. Até o momento, 17 pessoas estão presas na sede do órgão, no Cais do Apolo, mas a PF não divulgou os nomes dos detidos. No interior do estado, outros 29 mandados de sequestro de bens e busca e apreensão também já foram cumpridos pela Polícia Federal.  

De acordo com a Polícia Federal, o grupo agia em 13 estados brasileiros e, segundo as investigações, a base do esquema fraudulento estava justamente em Pernambuco sob o comando do Grupo da Sorte. Equipes da Polícia Federal foram à sede da empresa, na Avenida Caxangá, Zona Oeste da Capital, para fiscalizar e analisar documentos. Os investigados podem responder pela prática do crime de contrabando, crime contra o Sistema Financeiro Nacional, jogo de azar e lavagem de dinheiro. Somadas, as penas ultrapassam o limite de trinta anos.

De acordo com as apurações da Polícia Federal, que vem ocorrendo deste o início deste ano, três grupos formavam a quadrilha: o Grupo Dá Sorte, responsável pelo título de capitalização popular Pernambuco dá Sorte, com ampla comercialização em Pernambuco, A Paraibana, com sede no estado homônimo e vinculado ao jogo do bicho nos nove estados do Nordeste, e Shock Machine, que supostamente atua com montagem de máquinas caça-níqueis programáveis através de um jogo chamado Showball, com sede em São Paulo. Veja como o grupo fradulento agia clicando aqui.

 

Resultado da operação foi anunciado durante coletiva de imprensa (Foto: Anna Tiago/G1)

Três organizações criminosas foram desarticuladas pela Operação Trevo, da Polícia Federal, acusadas de agir em 13 estados em um esquema de fraudes e lavagem de dinheiro por meio de jogos do bicho, montagem de máquinas caça-níqueis e comercialização irregular de títulos de capitalização. No Recife, um policial militar foi preso, acusado de envolvimento com essa quadrilha e com outros grupos que atuavam na área de exploração de jogos de azar. O balanço da operação, deflagrada no início da manhã desta quarta-feira (12) foi anunciado ainda durante a manhã.

Estima-se que as três organizações tenham movimentado mais de R$ 1 bilhão em todo o País. A operação pretende cumprir 36 mandados de prisão preventiva - sendo 24 em Pernambuco - e 32 mandados de busca e apreensão. Devem ser cumpridos ainda 57 mandados de busca e apreensão e 47 mandados de sequestro de bens, entre eles veículos de luxo.

Na manhã desta quarta, uma busca foi realizada em apartamentos no bairro de Boa Viagem, na Zona Sul do Recife. Foram apreendidos carros de luxo, computadores e dinheiro em espécie. Todo o material foi levado para a sede da Polícia Federal, no Bairro do Recife.

De acordo com a polícia, a empresa Pernambuco dá Sorte é suspeita de comandar o esquema mais complexo, que se estendia por mais oito estados. O esquema funcionava de modo que o dinheiro arrecadado com a compra dos títulos de capitalização deveria ser destinado a instituições filantrópicas, mas grande parte ia para uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip) em Belo Horizonte, que servia de fachada para o dinheiro retornar à empresa.

“Na contabilidade, aparecia que 50% da arrecadação com a venda de títulos era destinada para a instituição, mas apenas 1,67% do valor era, de fato, enviado. Com isso, eles faziam uma manobra financeira”, explica o superintendente da Polícia Federal de Pernambuco, Marcelo Diniz. Funcionários ligados ao grupo Dá Sorte atuavam na instituição beneficente para desviar o valor. Estima-se que mais de R$ 400 milhões teriam sido desviados do instituto nos últimos quatro anos. A justiça determinou a suspensão da comercialização de qualquer título de capitalização na modalidade popular envolvido na investigação.

Outro grupo criminoso atuava na montagem de máquinas caça-níqueis com componentes estrangeiros contrabandeados e tinha sede em São Paulo e ramificações em Pernambuco e no Nordeste. A polícia identificou algumas casas clandestinas de jogos na Região Metropolitana do Recife. Uma delas pertencia a um policial militar.

A empresa A Paraibana, de jogos de bicho, também foi alvo da polícia. “Ela servia como descarrego, que é uma espécie de seguro clandestino no qual o bicheiro compra apostas altas de outras bancas do bicho e assume o risco de premiação”, explica o delegado de combate ao crime organizado, Bernardo Torres. Nesse esquema, havia utilização de contas bancárias em nome de laranjas para movimentação de milhões de reais, sugerindo a lavagem de dinheiro.

Entenda o caso

Leia mais...

 

Motoristas que trafegam na BR 116, nas imediações dos municípios de Santa Maria da Boa Vista, Cabrobó e Salgueiro, estão assustados com os constantes assaltos no local.
De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, de janeiro até a primeira semana de novembro, já foram registrados 53 assaltos na região. “Mas o número tende a aumentar com a proximidade das festas de fim de ano, que apesar da intensificação, da presença da Polícia Rodoviária Federal nas rodovias, em determinados períodos do ano há um aumento nas ocorrências de assalto", destacou o policial rodoviário, Pedro Norberto de Melo.

No trecho entre o Trevo do Ibó e a cidade de Salgueiro, os motoristas também não trafegam com tranquilidade. No ano passado, a PRF registrou 63 ações criminosas. E nem a presença da polícia inibe os bandidos. Em alguns trechos da BR-116 os bandidos fazem bloqueios com paus e pedras na pista, para forçar os motoristas a pararem. O material usado para essas abordagens ficam na beira da rodovia. "À noite não tem condições de andar aqui", lamenta o motoristas Cristiano Caetano dos Santos.

Os motoristas que precisam trafegar à noite nesses locais improvisam estratégias para tentar se livrar dos assaltantes. Uma das alternativas é anda em comboio e utilizar o rádio do veiculo para manter a troca de informações com outros condutores.

Para as vítimas, a Polícia Rodoviária recomenda que é preciso registrar a ocorrência. A ação pode ajudar nas investigações para prender as quadrilhas que agem nessa área.

 

alt

O Pleno do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ-AL) condenou, na última terça-feira, o promotor de Justiça Carlos Fernando Barbosa de Araújo (Foto acima), acusado pelo Ministério Público por três estupros e oito atentados ao pudor, cometidos continuadamente contra duas filhas e uma enteada, além de produção de pornografia infantil, que teria começado a partir de julho de 1993 até 2003. Somando todas as penas dos crimes, dá 76 anos de reclusão fechada e 250 dias multa de 1/3 do salário do réu na época do crime.
 
Os abusos foram denunciados em 2006 por uma das filhas do acusado identificada como Luana, a mais velha das vítimas, e a representação criminal foi oferecida pela mãe das crianças, Elisabeth Rodrigues Pereira. Em julho de 2007, o TJ recebeu a denúncia do MP, afastou Araújo das funções no órgão ministerial e decretou a prisão preventiva. Ele só foi solto em 2009, por causa do excesso do prazo de prisão, que já durava mais de um ano.
 
O relator do processo, desembargador Fernando Tourinho, explicou o voto pela condenação. Ele somou todas as penas dos crimes de estupro contra duas filhas e atentado violento ao puder com violência presumida contra duas vítimas.
 
No julgamento desta terça o promotor do MP, Antiogenes Lira e a defesa de Carlos Araújo, representada pelo advogado Welton Roberto, fizeram a sustentação oral, onde leram partes dos autos e pediram a condenação e absolvição do acusado, respectivamente.

Acusação

Lira destacou que nos relatos de Luana ela afirma que os abusos começaram em 1993, quando ela tinha 12 anos. "Ela afirma que estava dormindo quando uma noite acordou assustada com alguém mexendo entre as pernas dela e passando a língua na vagina, e quando notou que era o pai ficou paralisada. Os abusos duraram 10 anos. Ela também relata que o pai dava banho e ficava pelado junto com ela. Em outros anos a mostrou vídeos pornográficos e tirava fotos dela", disse.
 
"Luana conta que era ameaçada e coagida para não denunciá-lo, mas quando ela notou que o pai também praticava abusos com outra filha e uma enteada decidiu contar tudo sobre o crime. Várias testemunhas foram ouvidas, incluindo uma babá das crianças, e o Ministério Público teve acesso ao computador de Carlos Araújo e registrou a presença de três mil fotos de contexto sexual e com nudez", afirmou o promotor Antiógenes Lira.
 
Segundo leitura dos autos, outro filho do acusado, identificado como Victor, falou ao Ministério Público que tinha visto fotos da enteada do pai identificada com Luiza. "No relato do Victor, Araújo afirma que Luana que se insinuava para ele e que ele não se aguentava e consumou o ato sexual", leu o promotor.

Leia mais...

 

Corpo é encontrado enterrado em obra da Transnordestina em Custódia

O corpo de um homem de 35 anos foi encontrado nesta sexta-feira (07) no Sítio Angico em Custódia, no Sertão de Pernambuco. De acordo com a Polícia Civil, a vítima estava enterrada em um terreno onde está sendo realizada uma obra da Transnordestina e, inicialmente, foi identificado que ela pode ter sido morta a tiros.

O homem era armador e morava no bairro Pindoba. Ainda segundo a polícia, a família informou que ele teria desaparecido há dois dias, após sair para realizar a negociação de um carro que estava sendo vendido por ele. O corpo foi encaminhado ao Instituto de Medicina Legal (IML) do Recife e a polícia investiga o caso.

 

http://blogs.diariodepernambuco.com.br/segurancapublica/wp-content/uploads/2012/07/manoel3.jpeg

O chefe da Polícia Civil de Pernambuco, Osvaldo Morais, visitou o município de Petrolina com objetivo de fazer um balanço da produtividade da área, agradecer e parabenizar o empenho dos policiais pela qualidade dos serviços e dos resultados alcançados. O encontro reuniu mais de 50 policiais dentre delegados, comissionários, escrivães e agentes no Auditório da Polícia Militar de Pernambuco.
 
Os delegados responsáveis pelas Áreas Integradas de Segurança 19 a 26, referentes às áreas que compõem os municípios de Arcoverde, Serra Talhada, Afogados da Ingazeira, Floresta, Salgueiro, Petrolina, Cabrobó e Ouricuri, além dos titulares das Delegacias de Homicídios, realizaram apresentações da produtividade e de suas respectivas regiões. Eles também mostraram algumas melhorias estruturais realizadas nas delegacias e fizeram algumas solicitações aos chefes de polícia.
 
O Diretor do Interior 2, Glaukus Menck, e o Gerente de Controle Operacional 2, Lamartine Fontes, que comandaram a reunião de trabalho, falaram da satisfação em receber o chefe da Polícia Civil e a sua equipe formada pelo Diretor de Administração Geral, Benedito Anastácio, Diretora de Recursos Humanos, Margareth Sá,  o Diretor de Tecnologia da Informação, Roberto Carício e da Assessora de Imprensa, Alzenir Nascimento.
 
Cada diretor realizou apresentações sobre suas produtividades. Expectativas para os próximos anos nas áreas de Tecnologia da Informação, Recursos Humanos, Administração e Assessoria de Imprensa, também foram apresentadas pelas respectivas áreas. Como estratégia, também foram discutidas ações integradas de prevenção à violência.
 

alt

A Companhia Independente de Operações e Sobrevivência na Área de Caatinga – CIOSAC completou, no último dia 23, 17 anos de atividade operacional no Sertão pernambucano e, para celebrar, fará uma comemoração alusiva à data. O evento está programado para o dia 29 de outubro, às 10:00hs na sede da unidade, localizada no bairro Mandacarú, em Custódia.
 
A companhia, especializada em ações de comandos na caatinga, começou a operar no Sertão pernambucano em 23 de outubro de 1997. Logo em seguida ganhou o caráter de uma unidade operacional especializada da Polícia Militar de Pernambuco, quando, também passou a ter prédio próprio, instalando-se no município de Custódia, facilitando seu emprego nas áreas de atuação no estado de Pernambuco.
 
Suas principais missões: o combate ao narcotráfico; a erradicação de plantios de maconha; escoltas; a repressão aos assaltos a bancos e estabelecimentos comerciais; o combate ao crime organizado em geral; a repressão a assaltos nas vias e rodovias do estado; além de operações conjuntas com a polícia federal e coirmãs e situações de caráter especial.
 
Hoje a CIOSAC atua com nove equipes, cobrindo todo interior pernambucano, sendo duas equipes no Agreste e sete no Sertão, contando com um efetivo de 215 policiais dentre oficiais e praças.

 

 / Foto: Igo Bione/JC Imagem

Principal suspeito de ser mandante do assassinato do promotor Thiago Faria, o fazendeiro José Maria Pedro Rosendo Barbosa se apresentou à polícia na tarde desta terça-feira. Zé Maria, como é conhecido, chegou à sede da Polícia Federal, na área central do Recife, acompanhado da esposa e de dois advogados. Antes de prestar depoimento, o homem falou com a imprensa e negou ter mandado matar o promotor.
 
José Maria disse que não se apresentou antes porque a Polícia Civil o acusou e não queria ouvi-lo. Apesar de ser considerado foragido, o fazendeiro contou que votou nos dois turnos da eleição em Itaíba, mesmo município onde aconteceu o crime.
 
O caso estava sendo investigado pela Polícia Civil até o início deste mês, quando passou a ser de responsabilidade da Polícia Federal. A PF trabalha com três possíveis linhas de investigação: disputa por terras, vingança e ciúmes.

Na linha de investigação que incrimina Zé Maria, o principal ponto é a disputa por terras. O fazendeiro teria perdido a posse da terra para a noiva do promotor, que arrematou em leilão 25 hectares da Fazenda Nova, em outubro de 2012, onde o fazendeiro morava mesmo sem ser o dono da propriedade. Zé Maria teria creditado sua expulsão da área à interferência do promotor e planejou a execução dele. De acordo com a perícia, três homens armaram a tocaia para o promotor.

Leia mais...

 

Promotor de Itaíba Thiago Faria Soares, 36 anos, foi morto no dia 14 de outubro de 2013 / Foto: Reprodução

O principal suspeito de planejar a morte do promotor de Itaíba Thiago Faria Soares, 36 anos, no dia 14 de outubro de 2013, o fazendeiro José Maria Pedro Rosendo Barbosa deve se apresentar à polícia nesta terça-feira (28). A informação é de seu advogado, Anderson Flexa: "Ele tem a certeza de que, com a entrada da Polícia Federal no caso, outras linhas de investigação serão consideradas". Segundo Flexa, esta foi uma iniciativa do próprio José Maria.

Mais de um ano após o crime, ninguém foi preso. A hipótese principal da investigação da Polícia Civil é de que o fazendeiro tenha se vingado de Thiago por ter perdido uma disputa judicial por terras. A noiva do promotor, a advogada Mysheva Martins, foi quem arrematou em leilão 25 hectares da Fazenda Nova, em outubro de 2012, onde José Maria ainda morava sem ser dono da propriedade. Em junho de 2013, foi dada pela Justiça a imissão de posse, e ele teria atribuíbo sua expulsão da área ao promotor.

Thiago foi morto com quatro tiros de espingarda calibre 12, no rosto e no pescoço, enquanto dirigia um Hyundai modelo Vera Cruz pela PE-300, que liga Águas Belas, onde ele morava, a Itaíba, no Agreste pernambucano. Ele estava acompanhado da noiva e um tio dela, que não ficaram feridos. Antes do crime, o promotor teria formalizado no MPPE uma denúncia de que estaria sendo ameaçado pelo fazendeiro.

Outra suspeita é a de que um primo e um ex-noivo de Mysheva poderiam ter cometido o crime. Genival Martins dos Santos, por vingança, e Glécio Oliveira Júnior, por ciúmes. O primeiro foi condenado num tribunal do júri por crime contra a vida, com uma atuação contundente do promotor. Para os membros do Ministério Público de Pernambuco (MPPE), Glécio Júnior também poderia ter encomendado a morte de Thiago Faria, irritado com a aproximação do casamento da vítima com a advogada.

 

Meyiwa foi capitão da África do Sul nos últimos quatro jogos pelas eliminatórias da Copa Africana de Nações / Foto: AFP
Meyiwa foi capitão da África do Sul nos últimos quatro jogos pelas eliminatórias da Copa Africana de Nações

O goleiro Senzo Meyiwa foi morto na noite deste domingo ao tentar proteger sua namorada. No incidente, pessoas invadiram a residência de Kelly Khumalo, em Vosloorus, cidade localizada na província de Gauteng, próxima de Johannesburgo para roubar objetos de valor. Após ver os ladrões irem na direção dela, o goleiro de Orlando Pirates e também da seleção sul-africana entrou em sua frente e acabou levando tiros na parte superior do corpo. Depois, os assaltantes deixaram a residência andando.

"Dois homens entraram na casa e exigiram celulares, dinheiro e outras coisas de valor. Senzo tentou proteger Kelly porque um dos homens apontou uma arma para ela", disse o policial Sizakele Nkosi-Malubane, afirmando também que havia outro assaltante que ficou do lado de fora da casa.

Meyiwa foi declarado morto a caminho do hospital. A polícia local oferece até 150 mil rands (R$ 34 mil) de recompensa para quem ajudar a prender os três homens que participaram do assassinato do goleiro. "Podemos garantir a todos os sul-africanos que faremos tudo que pudermos fazer para pegar os assassinos de Meyiwa", disse a polícia da África do Sul em seu perfil no Twitter.

Meyiwa foi capitão da África do Sul nos últimos quatro jogos pelas eliminatórias da Copa Africana de Nações, sem levar nenhum gol, e jogou no sábado quando seu clube avançou para as semifinais da Copa da Liga Sul-Africana. O clássico da liga local entre os rivais de Soweto Orlando Pirates e Kaiser Chiefs no próximo fim de semana foi adiado devido à morte do jogador.

 

http://2.bp.blogspot.com/-Vh8edod58Vg/UxB50333cEI/AAAAAAABRN0/AZWktxmXwFM/s1600/attachment+(1).jpg
                                                                                                                                                                                                             Foto Ilustrativa

Utilizando um caminhão de placa KVF-0586, três homens foram flagrados nesse fim de semana tentando furtar brita pertencente às obras da Ferrovia Transnordestina.
 
Os homens, residentes nos distritos de Montevidéu e Campinhos, foram presos por uma equipe da Rocam do 8° BPM. Eles já haviam furtado material do local outras vezes. 
 
Os furtos estavam ocorrendo no km 12 da BR-116, no município de Salgueiro. Os três homens foram levados para a sede da Polícia Federal e autuados em flagrante delito por furto.
 
http://2.bp.blogspot.com/-5oAWnewXDcE/UT8cW3O_4CI/AAAAAAAABac/cjHe7ZL57XU/s1600/furto+a+residencia.jpgUm homem é suspeito de furtar aproximadamente R$ 80 mil em dinheiro e R$ 50 mil em cheques da casa de um empresário no Centro de Buíque, no Agreste de Pernambuco, no domingo (19). De acordo com a Polícia Militar, o empresário informou que uma funcionária estava dentro da casa quando o suspeito chegou dizendo que iria falar com o filho dele para pegar um saco de farelo.

Ainda segundo a PM, o criminoso teria entrado na residência e disse não ter encontrado o filho da vítima. Instantes depois, a funcionária teria acabado os serviços na residência e ido embora. Quando o dono do imóvel chegou ao lugar, verificou que a porta do quarto dele estava arrombada e a quantia, que estava dentro de um guarda-roupa, havia sido levada. O suspeito não foi identificado e o caso está sendo investigado pela Polícia Civil.

 

http://nilljunior.com.br/blog/wp-content/uploads/2014/03/MG_32581.jpg
                                                                                                                                                                                                               Foto Ilustrativa

A Polícia Civil realiza na manhã desta sexta-feira (17) uma operação para prender suspeitos de tráfico de drogas, assaltos e comércio ilegal de arma de fogo. A Operação "Pombo Correio" está ocorrendo em São José do Egito, Santa Terezinha, Tuparetama, no Sertão de Pernambuco, e nos municípios paraibanos Ouro Velho, Congo e Pombal.

De acordo com Glaukus Menck, diretor integrado do Interior II, os suspeitos traziam cocaína e crack da Região Sudeste para vender no Sertão. “Eles traziam a droga pura, misturavam com outros produtos e espalhavam aqui pela região, tanto em Pernambuco, quanto na Paraíba. A rota das armas era a mesma. Eles tinham uma espécie de rede, com ramificação em São Paulo”, explica.

Ainda segundo o diretor, a operação deve cumprir 23 mandados de prisão temporária, 24 mandados de busca e apreensão, que foram expedidos pela Vara Criminal da Comarca de São José do Egito. Cerca de 180 policiais estão envolvidos na operação, entre civis e militares. As investigações tiveram início há seis meses. Até o momento, 21 pessoas já foram detidas e estão sendo levadas para a delegacia de São José do Egito. (NE10).

 
Igreja fica na Avenida Presidente Vargas, no Centro (Foto: Divulgação/Polícia Militar)A Polícia Militar apreendeu em Custódia, no Sertão de Pernambuco, um adolescente de 16 anos. Ele teria participado do arrombamento na sede da Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Sertânia, também no Sertão. O crime aconteceu na terça-feira (14). De acordo com informações da PM, após investigações, os policiais constataram que o menor estaria envolvido no caso. Ele foi localizado e teria confessado ter praticado a ação criminosa com a ajuda de outras duas pessoas.

Ainda segundo a polícia, com o adolescente foram encontrados R$ 160 em espécie e uma moto de 50 cilindradas que teria sido comprada com o dinheiro do furto. Ele e o material foram levados para a delegacia. As outras duas pessoas ainda não foram localizadas.

Entenda o caso

O alvo dos bandidos foi à sede da Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Sertânia, localizada na Avenida Presidente Vargas, no Centro da cidade. Os criminosos arrombaram a instituição e levaram um cofre com R$ 11.300.

Ainda segundo a PM, após receber a informação o efetivo foi ao local e constatou que os criminosos entraram na igreja pelo telhado já que ele estava danificado. Inicialmente, a polícia não sabia quantas pessoas teriam participado da ação. O pastor teria informado que além do cofre os bandidos também roubaram dois botijões de gás. O cofre foi encontrado vazio a 80 metros de distância do templo.
 

https://fbcdn-sphotos-h-a.akamaihd.net/hphotos-ak-frc1/995689_270622043077664_1749235868_n.jpg

Um ano se passou e as dúvidas quanto à motivação e a autoria do assassinato do promotor de Justiça Thiago Faria Soares, 36 anos, permanecem. Thiago foi morto a tiros de espingarda calibre 12 no dia 14 de outubro de 2013, quando seguia pela PE-300 em direção a Itaíba, no Agreste, onde atuava. O carro em que o promotor estava, acompanhado da noiva e de um tio dela - que não se feriram -, foi abordado por outro veículo, do qual os tiros foram disparados. A Polícia Federal assumiu as investigações no mês passado e, por enquanto, não descartou nenhuma hipótese. Uma equipe da Coordenação Geral Institucional de Defesa, com sede em Brasília, esteve no interior do estado realizando algumas diligências.

Neste fim de semana a equipe da TV Clube/Record foi à cidade de Itaíba, mas moradores e comerciantes da região têm medo de se pronunciar. Os agentes federais estão no Recife e só retornarão à região quando tiverem necessidade de esclarecer novas dúvidas ou fazer diligências. O efetivo da PF local está dando apoio.

De acordo com o superintedente da PF em Pernambuco, Marcello Diniz Cordeiro, novas perícias não estão descartadas, “apesar de já existirem laudos e depoimentos que dão base à investigação”. Uma nova reconstituição pode ser realizada novamente.

Na investigação da Polícia Civil, os policiais chegaram à conclusão de que o crime foi motivado por disputas por parte das terras da Fazenda Nova, arrendada pela noiva do promotor, a advogada Mysheva Martins. O inquérito apontou o fazendeiro José Maria Pedro Rosendo como mandante, já que ele era o antigo posseiro da fazenda.

José Maria segue foragido, apesar do Disque-Denúncia oferecer recompensa de R$ 10 mil por informações que levem à sua captura. O cunhado dele, o agricultor Edmacy Cruz Ubirajara, chegou a ser preso como suspeito de ter atirado no promotor, mas foi solto por falta de provas.

 

alt

Os grampos realizados pela Polícia Federal em Pernambuco a partir de 2007, primeiro ano da gestão Eduardo Campos, focando primeiramente a Prefeitura de Jaboatão dos Guararapes, então comandada pelo prefeito socialista Newton Carneiro, apontam o uso de influência política para fins escusos, a partir da pressão da Câmara Municipal de Jaboatão. Carneiro não aparece nas gravações, embora a sua filha, Elina Carneiro, então secretária municipal na gestão do pai, tenha sido arrolada como acusada. Na lista de acusados enviada a Justiça de Jaboatão dos Guararapes, há vários nomes de vereadores também relacionados. Há suspeitas de que o suposto esquema fraudulento tenha sido levado para a esfera estadual, mas não se tem notícia de ação penal neste sentido.

De acordo com os documentos da PF, o vereador e presidente da Câmara Geraldo Cisneiros (PSDB) usava sua influência para tráfico de influência e acesso facilitado às licitações, ou trabalhava para conseguir liberação de pagamentos para empresas envolvidas no esquema.

“Conforme fica evidenciado nos autos, Geraldo Cisneiros utilizava-se de veto de verbas públicas para fazer pressão política, a fim de agilizar manobras de seu interesse”, descreve a PF, em seus relatórios.

A irmã dele, Cristina Cisneiros, levava empresas para fazerem negócios com o município, como fardas e equipamentos como cadeiras escolares, alimentação, entre outros. Segundo a PF, ela costumava explorar o prestígio do irmão, com o seu consentimento, para fazer negócios em Jaboatão.

“Evidencia-se que Cristina Cisneiros seria uma espécie de lobista e que os contratos por ela obtidos beneficiam Jordão Emerenciano, Geraldo Cisneiros e Luis Paulo Horita”, descreve a PF. Um empresário paulista, de nome Luis Paulo Horita, também foi grampeado. Em uma das gravações, ele reclama com Cristina Cisneiros que adiantou R$ 50 mil ao grupo, mas a licitação esperada não saia.

O doleiro Jordão Emerenciano lavava o dinheiro, em contas falsas na Caixa Econômica Federal, com a ajuda de um funcionário da CEF, enquanto tentava arrumar novos negócios. Dono de uma casa de câmbio, Jordão Emerenciano acabou entregando o suposto esquema ao ser flagrado em outra ação da PF para combater o jogo do bicho, no Recife, em 2006.

Segundo a PF, Cristina Cisneiros tinha uma sociedade com Jordão Emerenciano quanto à participação em licitações públicas. Segundo as investigações, utilizava-se de seu acesso aos servidores de órgãos públicos, notadamente a Prefeitura de Jaboatão dos Guararapes, onde o irão exercia mandato, a fim de obter informações privilegiadas quanto ao processo licitatório.

“Ressalte-se que Geraldo Cisneiros tinha conhecimento das atividades de sua irmã, restando evidenciado que, muitas vezes, Cristina Cisneiros agia em nome de Geraldo, seguindo suas orientações. Também há registro de conluio entre Crsitina Cisneiros e Jordão Emerenciano para a prática de fraudes a licitações”.

A área de saúde também foi alvo dos grampos e de ingerências suspeitas.

Leia mais...

 

alt

Quase 180 tabletes de maconha foram apreendidos pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Serra Talhada, durante abordagens na BR-232 devido às eleições deste domingo (05). De acordo com a PRF, Hélinto José da Silva, de 39 anos e a esposa dele, Karla Cristina, de 37, transportavam a droga em um fundo falso na carroceira de um caminhão.
 
O suspeito contou à polícia que vinha do estado de Goiás e estava com a carroceira do veículo vazia porque ia buscar uma carga de cebola em Custódia, na mesma região. Porém, os policiais desconfiaram ao perceber o nervosismo do homem, que também estava com uma pistola 380. De acordo com um cálculo feito inicialmente, os tabletes recolhidos pesam cerca de 250 kg, no entanto, o material ainda será mensurado pela Polícia Civil, afirma a PRF.
 
O suspeito e a mulher serão encaminhados à delegacia de Polícia Civil local, onde deverão ser autuados em flagrante: ele por porte ilegal de arma e tráfico de drogas; ela, por este segundo crime. Como o tráfico é inafiançável, eles serão encaminhados à prisão, de acordo com a polícia.

 

Combustível era transportado ao lado de paciente (Foto: Divulgação/ Polícia Rodoviária Federal)O motorista de uma ambulância suspeito de desviar gasolina foi detido na noite desta quinta-feira (02) em Serra Talhada, no Sertão de Pernambuco. De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), uma denúncia feita a polícia informava que o motorista da ambulância de São José do Belmonte, também no Sertão, teria colocado gasolina em um galão junto com os pacientes.

A PRF abordou o veículo e confirmou a denúncia. O galão continha 20 litros de gasolina, que teriam sido recolhidos em um posto de combustíveis, às margens da BR-232. O suspeito de 52 anos, que não teve o nome divulgado, foi levado para a delegacia regional de Serra Talhada. Ele foi autuado em flagrante e encaminhado à Cadeia Pública do município.
 

alt

Na última sexta-feira (26/09) um eleitor do atual prefeito Miguel Barbosa (PP), um homem chamado Manoel Soares da Silva (57), agricultor, conhecido na cidade por Mané Tenente, morador do Sítio Balança, no município de Bom Jardim, em Pernambuco, foi a uma reunião do ex-prefeito da cidade e candidato a deputado estadual João Lira, também do PP.

Lá, o agricultor discutiu com eleitores e afirmou que João Lira não seria eleito, pois só teria votos em Bom Jardim. Os dois políticos do PP romperam no início da gestão e se tornaram ferrenhos adversários.

Ao caminhar para sua casa na PE-90, pessoas não identificadas o espancaram barbaramente a pauladas. Após algum tempo, moradores escutaram gritos da vítima e o encontraram jogado no chão e agonizando. A polícia e o Samu foram acionados e o conduziram ao Hospital Municipal Miguel Arraes, para os primeiros socorros.

O médico de plantão, diante do quadro gravíssimo de edemas e traumatismos, todos na cabeça, encaminhou o agricultor urgentemente ao Hospital da Restauração no Recife. Na UTI, o paciente chegou a óbito neste domingo (28/09), às 10 da manhã.

O homem deixa esposa e filha. Que selvageria, meu Deus!

Entenda a contenda na cidade, no relato da rádio local Cultural FM

O ex-prefeito do município de Bom Jardim, João Lira (PP), vai para o seu primeiro duelo político contra o atual gestor Miguel Barbosa (PP).

Leia mais...

 

Presos são flagrados carregando armamento e munição para dentro do Complexo do Curado / Foto: Divulgação

O secretário estadual de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, Bernardo D´Almeida, afastou o titular da Gerência de Operações de Segurança do sistema prisional, José Edson de Lima, até que sejam apuradas as responsabilidades pelo caso dos detentos que transportavam e manuseavam munições. O episódio aconteceu no Complexo Prisional do Curado.
 
Detentos do presídio ASP Marcelo Francisco Araújo (PAMFA), foram filmados carregando caixas de munições e as depositando na armaria do local. O procedimento não faz parte das normas de segurança do sistema prisional. Num vídeo filmado no último dia 5 de agosto no Presídio Aspirante Marcelo Francisco Araújo (PAMFA), uma das três unidades do Complexo, quatro detentos descarregam um caminhão lotado de caixas com cartuchos de vários calibres, sob olhares nem muito atentos de alguns agentes penitenciários. É possível ver que o material é da Companhia Brasileira de Cartuchos (CBC), que detém praticamente todo mercado de munição no Brasil.
 
 As caixas são colocadas, pelos detentos, no local onde ficam guardados todos os equipamentos bélicos da unidade, como armamentos letais e não letais, capacetes, escudos e coletes à prova de balas. São empilhadas contra uma parede, sem maiores cuidados. E pela quantidade exibida no vídeo, os presos devem ter tido um bom tempo para colocá-las na armaria.

Há um certo clima de calma e normalidade nos poucos mais de 60 segundos do vídeo. Mas segundo agentes penitenciários, que deram entrevista sob anonimato, a prática fere todos os procedimentos de segurança do sistema prisional. “Os detentos agora sabem quantas armas existem, de que tipos e o número de fechaduras até se abrir a armaria. É um suicídio”, conta alarmado, um deles. (JC).

 

http://s2.glbimg.com/NSdqwh60-DjKK5QC1BfDfCCulcc=/300x225/s.glbimg.com/jo/g1/f/original/2014/09/25/img_2974.jpgA Polícia Militar erradicou aproximadamente 11 mil pés de maconha nesta quinta-feira (25) em Serra do Saco, zona rural de Manari, no Sertão de Pernambuco. De acordo com a PM, após uma denúncia a equipe foi ao local e encontrou ainda cerca de 1 kg da droga.

Também foram encontradas 130 gramas de semente do entorpecente. Quatro irmãos estavam na residência e levaram a polícia até a plantação, onde foram encontradas 3.330 covas, cada uma com 3 a 5 pés.

O material foi incinerado e amostras foram levadas para análise da polícia. Os suspeitos foram detidos em flagrante e devem ser encaminhados ao Presídio Presídio Advogado Brito Alves, em Arcoverde, também no Sertão, segundo a PM.

 

Polícia compareceu à agência bancária furtada em Belo Jardim, Pernambuco (Foto: Reprodução/ TV Asa Branca)
IC informou que dois homens foram flagrados por câmeras

Uma agência bancária abriu normalmente nesta sexta-feira (19) e atendeu aos clientes pela manhã em Belo Jardim, no Agreste pernambucano; no entanto, funcionários perceberam algo estranho: materiais deixados ressaltavam indícios de furto. O Instituto de Criminalística (IC) foi acionado e verificou que dois caixas foram arrombados e o dinheiro levado.

Segundo análise do instintuto, câmeras de segurança flagraram pelo menos dois homens dentro da agência nesta madrugada. Eles teriam entrado sem arrombar a porta, acessado a parte de trás dos caixas eletrônicos e, com ferramentas, arrombado estas máquinas. A ação durou aproximadamente duas horas e a quantia levada não foi informada.

Os bandidos ainda desativaram os alarmes e fugiram sem que fossem notados, também de acordo com o Instituto de Criminalística.

 

Apreensão ocorreu durante abordagem de rotina na BR-232, segundo polícia / Foto: Divulgação/PMPE.

A Polícia Militar apreendeu na manhã desta quarta-feira (17) 4,420 kg de maconha na BR-232 em Arcoverde, no Sertão de Pernambuco. De acordo com informações da polícia, a droga estava sendo transportada por Vandeilson Firmino da Silva, de 28 anos, em um veículo de transporte alternativo. A polícia revistou a bolsa do suspeito e encontrou, além da droga, celulares e R$ 610.

Ainda segundo a polícia, o suspeito teria entrado no veículo na cidade de Ibimirim, também no Sertão. Em depoimento na delegacia, ele confessou ser dono do entorpecente, mas não informou onde teria comprado a droga e nem o local aonde iria entregar o material. Ele foi atuado em flagrante e será encaminhado ao Presídio Advogado Brito Alves, no município.

 
Apresentador Denny Oliveira foi preso na Paraíba (Foto: Reprodução / TV Globo)Foi preso nesta quinta-feira (11), em Campina Grande, no Agreste da Paraíba, o ex-apresentador de TV e radialista Denny Oliveira (Foto), condenado a 10 anos de reclusão por estupro de vulnerável e exploração sexual de menor em Pernambuco. Segundo o delegado regional Marcos Paulo Vilela, a Polícia Civil paraibana deu apoio a uma equipe de captura da polícia de Pernambuco para localizar o foragido.

No final da manhã, três policiais pernambucanos e duas equipes da Polícia Civil da Paraíba cumpriram o mandado de prisão no bairro das Nações. O apresentador foi, posteriormente, levado para o Centro de Triagem (Cotel), em Abreu e Lima, no Grande Recife.

"Nos certificamos da autenticidade do mandado, enviamos equipes de apoio da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) e foi dado cumprimento. Ele foi localizado em um apartamento e não ofereceu nenhuma resistência. A equipe de captura de Pernambuco já o levou e comunicou a prisão ao Poder Judiciário de lá", informou o delegado Marcos Paulo.

Dennison Oliveira Lima, conhecido como Denny Oliveira, começou a ser investigado em 2007, quando o Ministério Público de Pernambuco apresentou uma denúncia contra ele por estupro, atentado violento ao pudor e oferecimento de bebida alcoólica a menores de idade. As vítimas seriam meninas que participavam dos programas de auditório apresentados por ele. O inquérito foi conduzido pela Gerência de Polícia da Criança e do Adolescente (GPCA) de Pernambuco.

No dia 16 de novembro de 2010, Denny foi a julgamento e a Justiça o condenou a 15 anos prisão. Na época, o juiz que proferiu a sentença decidiu não decretar de imediato a prisão de Denny, porque ele respondeu todo o processo em liberdade.

Posteriormente, os advogados recorrerram da decisão à Câmara de Desembargadores do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), que elevou a pena de Denny para 24 anos. Após essa nova decisão, a defesa do ex-apresentador decidiu recorrer ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), em Brasília. A Corte, por sua vez, aplicou pena de 10 anos de reclusão ao réu no início de setembro. O mandado de prisão foi expedido pelo juiz José Renato Bezerra em 8 de setembro e Denny Oliveira acabou detido nesta quinta. Não cabe mais recurso.

 

Armas estavam com a prefeita de Gameleira (Foto: Divulgação/ Polícia Rodoviária Federal)
Armas foram apreendidas pela Polícia Rodoviária Federal

A prefeita do município de Gameleira, na Mata Sul de Pernambuco, e o marido dela foram presos em flagrante na noite desta quarta-feira (10) por porte ilegal de arma. De acordo com a Polícia Civil, o casal foi abordado na BR-101 pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) no Cabo de Santo Agostinho. Eles seguiam para Jaboatão dos Guararapes.

Ainda segundo a polícia, o casal estava com dois revólveres e uma pistola dentro do carro. Um dos revólveres estava carregado com quatro munições e o outro com cinco. Em depoimento à polícia, a prefeita informou que a pistola - carregada com oito munições - pertenceria a um policial militar que faz segurança para ela.

Os dois foram levados para a Delegacia do Cabo de Santo Agostinho, pagaram uma fiança de R$ 4 mil, cada um, e responderão pelo processo em liberdade. As armas e munições foram encaminhadas ao Instituto de Criminalística (IC), para perícia.

 

http://www.bluebus.com.br/wp-content/uploads/2013/01/arma-apontada-219x219.jpgAlvo de um atentando na semana passada, o vereador de Carpina Neco da Kombi (PSDB) prestou depoimento nesta segunda-feira (25) na 45ª delegacia do município.

Segundo o vereador, a casa em que ele mora com a família foi atingida por vários tiros na vidraça durante a madrugada da última quarta-feira (20). Apesar da violência, ninguém ficou ferido.

As investigações apontam que o crime pode ter motivação política. De acordo com o vereador, ele vinha sendo ameaçado há alguns dias.

 

droga
                                                                                                                                                                                                            Foto: Nayn Neto

Policias Militares do 14º BPM, em Serra Talhada, desarticularam dois pontos de vendas de drogas na periferia de Serra Talhada nesse domingo (24). A primeira foi no bairro do Mutirão, quando foi preso Antônio da Costa Salazar, 35 anos. Os policiais chegaram de surpresa em um bar onde o suspeito se encontrava. Antônio da Costa ainda tentou fugir, mas não conseguiu. Com ele foram encontrados 6 pedras de crack, 7 ‘petecas’ de maconha, dois aparelhos celulares, um cachimbo além de R$ 98,20 em dinheiro.
 
A segunda apreensão foi no bairro da Borborema, na Travessa do Cruzeiro. Após denúncia que na rua funcionava uma ‘boca de fumo’, os policiais da Rocam chegaram no exato momento em que um usuário comprava uma pedra de crack. O usuário foi perseguido, mas conseguiu fugir dos militares. Ao retornar da perseguição, dois menores de idade não reveladas foram apreendidos com 8 pedras de crack, 3 papelotes de maconha, um papelote de cocaína além de R$ 173 em dinheiro. Os menores foram levados para Delegacia de Polícia de Serra Talhada. (Farol de Notícias)   

 

Taças dos Mundiais Masculino (e) e Feminino estavam no Brasil para exposição
Taças dos Mundiais Masculino (esq.) e Feminino estavam no Brasil para exposição

Duas taças dos Mundiais de vôlei masculino e feminino foram roubadas na tarde desta sexta-feira, no Rio de Janeiro. Ambas estavam em um caminhão que transportava os troféus de São Paulo para o Rio de Janeiro.

Segundo informações preliminares da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV), as taças foram furtadas enquanto o veículo estava estacionado em um shopping na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro. Ladrões arrombaram o caminhão de uma transportadora por volta das 14h e levaram os objetos.

Sem ouro e feitos a partir de materiais sem grande valor comercial, os troféus de premiação das seleções campeãs dos mundiais participavam de exposições em algumas capitais brasileiras e seriam levados para a sede da CBV, que fica no mesmo bairro. De lá, seguiriam para a Suíça (sede da Federação Internacional), no próximo fim de semana.

A entidade informou ainda que não tem pistas dos assaltantes. A ocorrência, já registrada pela CBV, será investigada pela Delegacia de Roubos e Furtos de Carga (DRFC) da Polícia Civil do Rio de Janeiro.

A CBV disse não ter culpa na história e informou ainda que a guarda das taças era de responsabilidade da empresa de carga TNT Express, acertado previamente com a Federação Internacional. A entidade que comanda o vôlei mundial ainda não se pronunciou sobre o caso.

Sem uma definição sobre as respectivas taças, os Mundiais têm início nas próximas semanas. O masculino, disputado na Polônia, começará em 30 de agosto. Já a competição feminina, na Itália, será realizada a partir de 23 de setembro.

Confira a nota oficial da CBV:

A Confederação Brasileira de Voleibol comunica que os troféus dos Mundiais de Voleibol Adulto masculino e feminino foram roubados da empresa que fazia o transporte das peças de São Paulo para o Rio de Janeiro.
 
A CBV recebeu da FIVB os troféus na etapa do Grand Prix em São Paulo no início de agosto e fez uma ação de divulgação nas areias de Copacabana. As peças estavam sob a guarda da TNT Express e foram roubadas de um caminhão da empresa que fazia uma entrega no estacionamento do Shopping Via Parque.
 
A CBV já notificou a FIVB, proprietária dos troféus, e a polícia do Estado do Rio de Janeiro já está ciente do roubo. As peças não possuem valor comercial e seriam enviadas para a sede da FIVB na Suíça.

Leia mais...

 

http://www.old.diariodepernambuco.com.br/imagens/galeria/2010/20101112153155.jpg

O suspeito de ter assassinado a tiros um policial civil em Floresta, no Sertão de Pernambuco, foi preso nesta sexta-feira (22), no Recife. De acordo com o delegado do Grupo de Operações Especiais (GOE) da Polícia Militar, Claudio Castro (Foto), o homem tentou fugir antes de ser detido.
 
"Por volta das 6h30 fomos até a casa da mãe dele, no Sancho. A mulher atendeu a porta e percebemos que o suspeito tentava fugir pelos fundos da residência", explicou Castro. "O magistrado da comarca de Floresta que decretou a prisão do suspeito será comunicada, para que o caso prossiga".
 
A ação foi feita em conjunto com a inteligência da Polícia Civil, para descobrir onde o homem estava escondido. Como as investigações estão sendo feitas pelo polícia de Floresta, o delegado Cláudio Castro não tinha mais detalhes sobre o crime, que aconteceu no dia 20 de julho, no centro da cidade. A vítima estava em uma moto em frente ao prédio da delegacia quando duas pessoas teriam se aproximado em outra motocicleta e efetuaram os disparos. O policial morreu no local. Não há informações sobre o paradeiro do segundo suspeito.
 

alt

alt

A Polícia Federal em Pernambuco com apoio da Secretaria de Defesa Social de Pernambuco e da Secretaria de Segurança Pública do Ceará, deflagraram desde o dia 11 e sendo concluída no dia 21 de agosto, a operação “ANGICO II” – (nome dado à vegetação nativa) que visa à erradicação dos plantios de maconha no Sertão pernambucano e que faz parte das medidas estratégicas adotadas pela Coordenação-Geral de Prevenção e Repressão a Entorpecentes-CGPRE, Órgão Central da Polícia Federal em Brasília/DF, visando reduzir a produção e oferta de maconha no Sertão do Estado de Pernambuco.
 
A "Operação Angico II" que erradicou aproximadamente 300 mil pés de maconha, partindo dessa Região, evita que 100 toneladas da droga abasteça diversos pontos de vendas no Nordeste.
 
A operação contou com um efetivo 60 policiais sendo 45 federais e 15 policiais militares do GTA-Grupo Tático Aéreo, Corpo de Bombeiros e da CIOSAC-Companhia Independente de Operações e Sobrevivência na Área de Caatinga. Os policias trabalharam com incursões terrestres, aéreas e fluviais contando com o apoio de, 03 (três) aeronaves sendo uma da CAOP- Coordenação de Aviação Operação da PF, outra do GTA – Grupo Tático Aéreo da SDS/PE e uma terceira do CIOPAER- Coordenadoria Integrada de Ações Aéreas da SSP/CE.  Nesta ação foram alcançados os municípios de Orocó, Cabrobó, Santa Maria da Bela Vista, Belém do São Francisco, Carnaubeira da Penha, Floresta, Betânia e Manari, em Pernambuco. Glória e Paulo Afonso, na Bahia, e Mata Grande em Alagoas.